Laparoscopia Cirúrgica

 

Permite o tratamento da anormalidade vista na laparoscopia diagnóstica. Quando a laparoscopia cirúrgica é realizada, o médico precisa de instrumentos adicionais. Para isto, outras duas ou três incisões são necessárias, na parte inferior do abdome (na região onde se faz a incisão de cesárea). Na maioria das vezes, a paciente também não precisa dormir no hospital, recebendo alta hospitalar no mesmo dia do procedimento. Algumas das cirurgias que podem ser realizadas por laparoscopia são:- Abordagem de cistos ovarianos,
– Miomectomia,
– Retirada de aderências,
– Abordagem de endometriose,
– Tratamento de alterações da trompas uterinas,
– Tratamento de prenhez ectópica (gravidez nas trompas),
– Laqueadura tubária,
– Histerectomia.

Cuidados após a Laparoscopia

Após a laparoscopia, o abdome e principalmente os locais das incisões podem estar doloridos e endurecidos. O gás usado para distender o abdômen pode causar desconforto nos ombros e a anestesia pode causar náuseas e leves tonturas. O desconforto depende do tempo e extensão dos procedimentos realizados. Na maioria das vezes, a paciente pode retomar as atividades normais dentro de poucos dias.

Quais são os riscos?

Complicações sérias da laparoscopia são raras ( 2 a 4, a cada 1000 pacientes) e podem incluir danos no intestino, bexiga, útero ou outros órgãos. As complicações podem ocorrer durante a inserção dos vários instrumentos na parede abdominal ou durante o procedimento cirúrgico.