Infertilidade

O desejo de gerar uma criança é um sonho acalentado por muitos casais. Embora, conceber uma criança às vezes possa parecer a coisa mais simples do mundo, realmente não é o que acontece para muitos casais.

Hoje a CHEDID GRIECO pode disponibilizar inúmeras técnicas para o tratamento de infertilidade, e através de uma constante atualização científica disponibiliza os métodos mais modernos como o ICSI, o congelamento de gametas e embriões, o diagnóstico genético pré-implantacional, o “Assisted Hatching”, pesquisas com células tronco e outros.

O grande desafio da Medicina Reprodutiva feminina, nos dias de hoje, é permitir que mulheres com idade mais avançada possam engravidar, pois é comum as mulheres só iniciarem uma investigação quando já estão com mais de 35 anos. Sabe-se que a fertilidade da mulher diminui com o avanço da idade, ou seja, vai se reduzindo depois dos 35 anos, até atingir a menopausa, o que ocorre por volta dos 50 anos.

A infertilidade humana está cada vez mais sob o domínio da Medicina, ao mesmo tempo que os problemas de fertilização aumentam no mundo e 20% dos casais brasileiros enfrentam algum tipo de dificuldade para ter filhos. Os especialistas em Reprodução Humana, como os da CHEDID GRIECO, não param de derrubar barreiras e desenvolver novos tratamentos.

De acordo com a Dra. Silvana Chedid, diretora da CHEDID GRIECO Medicina Reprodutiva, médica pela Faculdade de Medicina da USP, com especialização na Universidade de Bruxelas, Bélgica, de cada 10 casais, 3 conseguem a gravidez na primeira tentativa.

O rápido desenvolvimento de novas técnicas e recursos em Reprodução Humana tem permitido ajudar inúmeros casais. É necessário e imprescindível que tais técnicas sejam utilizadas com discernimento, baseadas em conclusões clínicas bem evidenciadas e embasadas em pesquisa científica séria e ética.

Isto é o que a CHEDID GRIECO está sempre buscando, para que possa continuar proporcionando esperança a casais inférteis de realizarem o sonho de ter filhos.